quinta-feira, 27 de junho de 2013

Manifestações

Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus [...] Pois é serva de Deus para o seu bem. Mas se você praticar o mal, tenha medo, pois ela não porta a espada sem motivo. É serva de Deus, agente da justiça para punir quem pratica o mal. Romanos 13:1,4


Estamos vivendo uma época de muitas manifestações populares. Pessoas descontentes com o rumo que o Brasil leva. Pessoas descontentes com o governo e como os políticos eleitos por nós estão administrando o dinheiro público.
O texto de Romanos nos diz que devemos nos sujeitar e obedecer ao governo, afinal de contas, ele só governa o país porque nós os colocamos lá e porque Deus permitiu.
Como assim Deus permitiu? Nós vivemos em uma sociedade democrática, onde a maioria escolhe (e a minoria, em geral, fica reclamando porque o seu candidato não ganhou). Deus dá liberdade para a sociedade se policiar e se administrar. E nós escolhemos assim. Nós votamos e os candidatos ganharam. Mas e agora? Parece que a maioria está descontente! Ainda devemos ser obedientes ao governo e aceitar o que nos é imposto mesmo quando alguns do governo estão claramente administrando errado?
Essa semana ouvi uma mensagem do Pr. Ed René sobre consciência política. Ele chamou a atenção para uma parte MUITO importante do verso 4: "(a autoridade governamental) é serva de Deus, agente da justiça para punir quem pratica o mal". De acordo com o pastor, e eu concordo totalmente, o governo DEVE ser agente da justiça e punir o mal. Quando ele não está agindo dessa maneira, ele não está agindo como governo autorizado por Deus. Por exemplo, Hitler quando governou a Alemanha nazista, não era uma autoridade vinda de Deus, porque ele não trabalhava pelo bem da população e a erradicação do mal. Ao contrário, ele virou agente do mal.
A população tem todo o direito de protestar (sem violência, claro). Na verdade, o povo devia buscar mais os seus direitos. Todo aquele que busca a justiça e o fim do mal está fazendo a vontade de Deus. Está amando o próximo. Como diz Romanos 13.8:

"Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros, pois aquele que ama seu próximo tem cumprido a lei."

Quando você busca a paz, a justiça, o bem do próximo, isso é amor. Amar o próximo é cuidar da sua rua, do seu bairro, de sua cidade. É cuidar do mundo que Deus nos deu.
Use seus direitos de cidadão e busque o que é correto e justo.
Seja um servo de Deus e ame o próximo. Aquele que ama, obedece a lei. Mesmo que, por amor, tenha que desafiar um governo maligno, assim como Jesus fez.

 Eu não acho que o governo brasileiro seja maligno. Acredito que tenha pessoas ali fazendo a vontade de Deus: buscando a paz e a justiça. Mas eu, assim como muitos nas ruas, achamos que há injustiças demais acontecendo. Isso sim, precisa acabar.

terça-feira, 25 de junho de 2013

O triunfo do mal

Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem.
Romanos 12:21

Eu sei que pode parecer estúpido, mas este verso me lembra de alguns heróis. Alguns da ficção, como Superman e Capitão América, que sempre querem fazer aquilo que é certo. Que sempre buscam a verdade e a justiça, mesmo quando são traídos, atacados, feridos... Eles nunca abandonam seus princípios, mesmo quando enfrentam o mal.
Outros heróis me vêm a mente. Heróis mais reais: bombeiros, policiais. Pessoas como eu e você, mas que enfrentam a tragédia e a destruição todo dia e continuam fazendo o que fazem. Não acredito que essas pessoas façam isso apenas pelo salário. Eles não ganham tanto assim para arriscar suas vidas todos os dias, deixar suas famílias preocupadas. Não é só o dinheiro. É uma crença de que eles podem melhorar algo, ajudar as pessoas. Tornar o mundo um lugar melhor.
O que Deus nos diz nesse texto de hoje é similar: você não pode deixar o mal te vencer. "O mal" não é uma pessoa, um arqui-inimigo. Todos nós sabemos o que é o mal. Lidamos com mentiras, maldades, traições e falsidades. Alguém que mentiu para você. Alguém que te usou para ganhar vantagens e depois te deixou para trás.
Mas são nessas horas que Deus nos diz: Não se deixem vencer. Mas eu já fui traído! Já foi enganado! Mas isso ainda não é a derrota. A derrota é deixar o mal de tomar. É deixar a dor da traição, da raiva, da vingança te dominar. Deus nos diz: Vençam o mal com o bem.
Existe uma solução. Existe uma arma mais poderosa do que o mal. É o bem. Se você fizer o bem, você ainda vai ter dificuldades. Fazer o bem não te livra de todos os problemas. Mas te faz vencer. Alguns podem até olhar e achar que você é um trouxa, passado para trás. Mas quando você não deixa o mal te dominar, e você responde o mal com o bem, você vence.
Jesus foi atacado, acusado, ferido fisicamente e humilhado. E o que ele fez? Trouxe um raio e destruiu aqueles homens? Não! Ele venceu o mal com o bem. Ele deu a outra face.
A força para vencer o mal com o bem não vem da nossa natureza. Nós não queremos fazer isso naturalmente. Essa força vem de Deus. Deixe Deus agir na suas vida. Somente assim você vai vencer o mal com o bem. Alguns podem olhar e nem ver isso como vitória, mas de acordo com a Palavra de Deus, isso é vitória.

Tudo que é preciso para o triunfo do mal é que os bons homens não façam nada.
Edmund burke 
Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem.
Romanos 12:21

quinta-feira, 20 de junho de 2013

segunda-feira, 17 de junho de 2013

quinta-feira, 13 de junho de 2013

terça-feira, 11 de junho de 2013

A sabedoria de Deus

Romanos 11.33-34
Deus e sua sabedoria estão muito além de nossa capacidade

quinta-feira, 6 de junho de 2013

O seu trabalho

Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue?
Romanos 10:14





segunda-feira, 3 de junho de 2013

Lei e graça

A nos mostra onde erramos. A graça de Deus nos liberta e nos salva.
Romanos 5.20-21