sexta-feira, 28 de março de 2014

Escolha o seu monte

Várias vezes na Bíblia vemos um lembrete de que devemos amar a Deus.


Amem o Senhor, o seu Deus e obedeçam sempre aos seus preceitos, aos seus decretos, às suas ordenanças e aos seus mandamentos.
Deuteronômio 11:1


Essa é uma ordem que é repetida muitas vezes no livro de Deuteronômio e por toda a Bíblia. É deste livro que é tirado o mandamento que é citado no Novo testamento pelo próprio Jesus como sendo o mais importante da Lei toda.

Ouça, ó Israel: O Senhor, o nosso Deus, é o único Senhor.
Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças.
Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração.
Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.
Deuteronômio 6:4-7


Um deles, perito na lei, o pôs à prova com esta pergunta:
"Mestre, qual é o maior mandamento da Lei? "
Respondeu Jesus: " ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’.
Este é o primeiro e maior mandamento.
E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’.
Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas".
Mateus 22:35-40


A Bíblia nos diz que se não amarmos, estamos mortos. Somos como objetos que existem, mas não tem vida em si. O amor é a essência de Deus, e se não houver amor em nós, então Deus não está em nós e não somos cristãos de verdade.
Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.
Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei.
1 Coríntios 13:1-2


Deus relembra os israelitas que Ele os amou primeiro.

Lembrem-se hoje de que não foram os seus filhos que experimentaram e viram a disciplina do Senhor, o seu Deus, a sua majestade, a sua mão poderosa, o seu braço forte.
Vocês viram os sinais que ele realizou e tudo o que fez no coração do Egito, tanto com o faraó, rei do Egito, quanto com toda a sua terra;
o que fez com o exército egípcio, com os seus cavalos e carros, como os surpreendeu com as águas do mar Vermelho, quando estavam perseguindo vocês, e como o Senhor os destruiu para sempre.
Vocês também viram o que ele fez por vocês no deserto até chegarem a este lugar,
e o que fez a Datã e a Abirão, filhos de Eliabe, da tribo de Rúben, quando a terra abriu a boca no meio de todo o Israel e os engoliu com suas famílias, suas tendas e tudo o que lhes pertencia.
Vocês mesmos viram com os próprios olhos todas essas coisas grandiosas que o Senhor fez.
Deuteronômio 11:2-7


Várias vezes, Deus livrou a Eles, os sustentou e os guiou por todo o deserto. Deus os libertou da morte, da escravidão, trouxe alimento do céus para que eles se saciassem e sempre mostrou que estava com eles. Mesmo em um momento de traição, Deus julgou e puniu apenas aos traidores, usando sua imensa misericórdia por todo o povo.
Deus se mostrou tremendamente paciente com o povo de Israel e fez questão que eles se lembrassem disso. Esse lembrete de tudo que aconteceu era Deus dando mais uma chance a Israel. Lembrem-se de tudo o que aconteceu. Aprendam a lição e mudem! Nós podemos ler esse texto pensando do mesmo jeito.
Por que se estuda a história da humanidade? Para compreender a cultura de um povo em um período e para aprender sobre o passado e usar em seu presente. Da mesma maneira, temos que olhar o que Israel fez e não repetir o mesmo erro. Não podemos ficar provocando Deus até que sua misericórdia se esgote. Nosso Deus é um Deus de amor e justiça, mas se você ficar provocando a ira de Deus sobre você, só conhecerá a justiça de Deus sobre você. Aprenda do amor de Deus antes que seja tarde.

Obedeçam, portanto, a toda a lei que hoje lhes estou dando, para que tenham forças para invadir e conquistar a terra para onde estão indo,
e para que vivam muito tempo na terra que o Senhor jurou dar aos seus antepassados e aos descendentes deles, terra onde manam leite e mel.
A terra da qual vocês vão tomar posse não é como a terra do Egito, de onde vocês vieram e onde plantavam as sementes e tinham que fazer a irrigação a pé, como numa horta.
Mas a terra em que vocês, atravessando o Jordão, vão entrar para dela tomar posse, é terra de montes e vales, que bebe chuva do céu.
É uma terra da qual o Senhor, o seu Deus, cuida; os olhos do Senhor, do seu Deus, estão continuamente sobre ela, do início ao fim do ano.
Portanto, se vocês obedecerem fielmente aos mandamentos que hoje lhes dou, amando o Senhor, o seu Deus, e servindo-o de todo o coração e de toda a alma,
então, no devido tempo, enviarei chuva sobre a sua terra, chuva de outono e de primavera, para que vocês recolham o seu cereal, e tenham vinho novo e azeite.
Ela dará pasto nos campos para os seus rebanhos, e quanto a vocês, terão o que comer e ficarão satisfeitos.
Deuteronômio 11:8-15


Deus promete cuidar dos Seus filhos. Ele alerta ao povo de Israel que não se desvie do caminho de Deus. Siga os mandamentos de Deus e Ele vai cuidar de tudo. Nada vai faltar. Ele estará com você e a chuva cairá para te dar a plantação que você precisa e para colher o necessário.
Aqui Deus compara o Egito, terra de escravidão, onde não havia água então os homens tinham que se esforçar para conseguir plantar onde desse. Nessa terra prometida de Deus é diferente. Lá cai a chuva. Lá a bênção do Senhor estará sobre vocês! Lá nada vai faltar. Mas sigam a Deus. Sejam fiéis a Ele, porque Ele sempre é fiel. Deus já tinha perdoado Israel muito, mas agora dizia: sejam fiéis. Vocês estão chegando na terra. É a hora de deixar o deserto para trás e começar uma nova vida na nova terra. Deixem as ações de escravidão para trás. Deixe a tristeza e a maldade ficar no Egito. Deixe as rebeliões ficarem para trás no deserto. Agora é a terra prometida. Um papel em branco para Deus escrever uma nova história, da maneira que Ele deseja, e Ele sempre deseja o melhor para nós.

Por isso, tenham cuidado para não serem enganados e levados a desviar-se para adorar outros deuses e a prostrar-se perante eles.
Caso contrário, a ira do Senhor se acenderá contra vocês e ele fechará o céu para que não chova e para que a terra nada produza e assim vocês logo desaparecerão da boa terra que o Senhor lhes está dando.
Gravem estas minhas palavras no coração e na mente; amarrem-nas como símbolos nas mãos e prendam-nas na testa.
Ensinem-nas a seus filhos, conversando a respeito delas quando estiverem sentados em casa e quando estiverem andando pelo caminho, quando se deitarem e quando se levantarem.
Escrevam-nas nos batentes das portas de suas casas, e nos seus portões,
para que, na terra que o Senhor jurou que daria aos seus antepassados, os seus dias e os dias dos seus filhos sejam muitos, sejam tantos como os dias durante os quais o céu está acima da terra.
Se vocês obedecerem cuidadosamente todo o mandamento que lhes mando cumprir, amando o Senhor, o seu Deus, andando em todos os seus caminhos e apegando-se a ele,
então o Senhor expulsará todas essas nações da presença de vocês, e vocês despojarão nações maiores e mais fortes do que vocês.
Todo lugar onde vocês puserem os pés será de vocês. O seu território se estenderá do deserto do Líbano e do rio Eufrates ao mar Ocidental.
Ninguém conseguirá resisti-los. O Senhor, o seu Deus, conforme lhes prometeu, trará pavor e medo de vocês a todos os povos daquela terra, aonde quer que vocês forem.
Deuteronômio 11:16-25

 Deus, assim como qualquer pessoa em um relacionamento, exige fidelidade. O que você acharia de um noivo que não espera fidelidade de sua noiva e não se importasse com a vida que ela leva? Quando João descobriu que Maria estava grávida, ia larga-la. Por quê? Ora, porque ela era prometida a ele? Como poderia ter engravidado de outro homem?
Qualquer pessoa quer fidelidade. O chefe que contrata o empregado, espera que este não passe os segredos da empresa ao concorrente. O pai espera que o filho seja honesto com ele. A namorada espera que seu namorado não a traia. O marido espera fidelidade de sua mulher. Qualquer um que ama, espera fidelidade de seu companheiro. Com Cristo e a igreja é a mesma coisa.
Deus é mais do que fiel a nós e cuida de cada um de nós. Mas alguns vivem como se não quisessem ter nada a ver com Deus, como se fossem “solteiros”. Algum dia, Deus pode chegar e dizer: ok. Acho que nosso relacionamento não vai dar certo mesmo, afinal você me trocou por outros. Isso aconteceu várias vezes com o povo de Israel e Deus os alertava novamente: Não adorem a outros ídolos. Quando a bênção chegar, lembrem-se de quem a mandou!
Tem gente que “termina” com Deus e depois fica com raiva porque não está recebendo as bênçãos de Deus. A bênção não é só recompensa, é consequência de quem anda com Deus!
Deus incentiva a lembrança de seus ensinamentos: aprenda a palavra e a ensine a todos que puder. Ensine a seus filhos para que no dia em que você se for, eles possam continuar no caminho de fidelidade e amor com Deus.

Prestem atenção! Hoje estou pondo diante de vocês a bênção e a maldição.
Vocês terão bênção, se obedecerem aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, que hoje lhes estou dando;
mas terão maldição, se desobedecerem aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, e se afastarem do caminho que hoje lhes ordeno, para seguir deuses desconhecidos.
Quando o Senhor, o seu Deus, os tiver levado para a terra da qual vão tomar posse, vocês terão que proclamar a bênção no monte Gerizim, e a maldição no monte Ebal.
Como sabem, esses montes estão do outro lado do Jordão, a oeste da estrada, na direção do poente, perto dos carvalhos de Moré, no território dos cananeus que vivem na Arabá, próximos de Gilgal.
Vocês estão a ponto de atravessar o Jordão e de tomar posse da terra que o Senhor, o seu Deus, lhes está dando. Quando vocês a tiverem conquistado e estiverem vivendo ali,
tenham o cuidado de obedecer a todos os decretos e ordenanças que hoje estou dando a vocês.
Deuteronômio 11:26-32

Chegou a hora de escolher! O povo iria atravessar o Jordão e finalmente entrar na terra prometida. Depois de 40 anos pelo deserto testando o limite da paciência e da misericórdia de Deus, eles finalmente chegaram ao rio Jordão, o limite de entrada da terra prometida!
Os montes Gerizim e Ebal ficam a cerca de 15 km do rio Jordão. Lá o povo, depois de tomar aquela parte da terra, teria que acampar e proclamar a lei de Deus. Metade das tribos ficaria no monte Gerizim e diria as bênçãos que Deus prometeu àqueles que são fiéis. Metade ficaria no monte Ebal e diria as maldições daqueles que abandonam a Deus. E o povo que ia ouvindo, teria que dizer Amém, concordando com as ordens de Deus. Todos entrariam naquela terra lembrando o que era correto e o que não era.
O povo proclamou as palavras como tinham prometido a Moisés (antes deste morrer) e a Deus. Em Deuteronômio 27 e 28 mostra esse momento tão importante. Mas temos que tomar uma decisão. Em qual monte você vai escolher ficar?
Temos dois montes: Gerizim, onde foram ditas as bênçãos que o Senhor tem para seus filhos e o monte Ebal, onde foram ditas as maldições para os infiéis e traidores. Qual caminho você escolherá?
No monte Gerizim, onde aqueles que servem a Deus em amor participarão do amor do Pai e serão bem vindos em sua terra prometida? Ou no monte Ebal, escolhendo ficar longe de Deus e de todas as suas bênçãos?

quinta-feira, 27 de março de 2014

sexta-feira, 21 de março de 2014

quarta-feira, 19 de março de 2014

Faça sua parte

Vivemos em um mundo terrível que só pensa em si próprio. Não é isso que Jesus nos ensinou!

segunda-feira, 17 de março de 2014

Só por Deus (#200)

Devemos agradar a Deus e não aos homens. É por Ele que fazemos o que fazemos.

quarta-feira, 12 de março de 2014

segunda-feira, 10 de março de 2014

sexta-feira, 7 de março de 2014

Eu só acredito vendo

Felizes são aqueles que acreditam pela fé e não precisam ver para admitir a verdade.

Compartilhe a palavra de Deus.

quarta-feira, 5 de março de 2014

O que tem te afastado de Deus?

Estando Jesus em casa, foram comer com ele e seus discípulos muitos publicanos e "pecadores".
Vendo isso, os fariseus perguntaram aos discípulos dele: "Por que o mestre de vocês come com publicanos e ‘pecadores’? "
Ouvindo isso, Jesus disse: "Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes.
Vão aprender o que significa isto: ‘Desejo misericórdia, não sacrifícios’. Pois eu não vim chamar justos, mas pecadores".

Mateus 9:10-13

Jesus estava na casa de Mateus fazendo uma refeição (em algumas versões só diz em casa, outras deixam mais claro que era a casa de Mateus). Este tinha acabado de se converter e já tinha aberto sua casa para que Jesus e seus discípulos estivessem lá. Junto com eles, vieram outras pessoas do povo se assentar para comer e, pelo jeito, todos foram muito bem-vindos e estavam aproveitando a oportunidade de estar perto do famoso Jesus.
É ai que chegam os vilões da nossa história! Os... religiosos? Sim. Os fariseus, uma categoria culta de religiosos da época, se aproximaram desse momento alegre de comida, descontração e comunhão e questionaram os homens sobre Jesus perguntando: por que ele está se rebaixando a comer com essa gentalha? Essa gente não presta! Era melhor ter expulsado eles de perto!
Jesus coloca esses homens rapidamente em seu lugar dizendo que Deus quer misericórdia, algo que vem do coração, e não sacrifícios, que eram cerimônias públicas. Deus se importa mais com a verdade do que com a imagem que você passa. Além disso, Jesus diz também que quem precisa de médico são os doentes e não os sãos. Isso quer dizer que aqueles homens era superiores e os outros eram pecadores? Não. Mas aquelas pessoas eram mais simples e humildes. Eles foram até Jesus para aprender e os religiosos foram para julgar aquelas pessoas e até Jesus. Todos eles precisavam de perdão e salvação, mas os “pecadores” sabiam que precisavam de Deus e humildemente se aproximaram de Jesus. Os religiosos se achavam muito especiais e se consideravam melhores servos de Deus do que aqueles “pecadores”, mas precisavam de perdão assim como aqueles que eles ofenderam.
Olhando pra essa história, temos dois lados: os religiosos e o lado de Jesus. Com qual lado temos nos parecido mais? Temos aceitado as pessoas de braços abertos, como Deus fez conosco primeiro, ou temos julgado as pessoas como os fariseus?
Muitas coisas têm nos afastado de Deus e aos poucos nos deixando cada vez mais como aqueles fariseus, religiosos de aparência, mas tristes e mortos por dentro. Precisamos voltar para a comunhão com Deus e nossos irmãos. Precisamos nos aproximar de Jesus.

1- TEMOS NOS AFASTADO DO SENHOR

- Deus vê tudo.
Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas.
Hebreus 4:13


Deus sabe a verdade. Pode ser que você não admita, mas Deus sabe. Ele sabe o que se passa na sua mente. Ele não pode ser enganado por aparências ou palavras bonitas. Palavras ditas são só aparências. O que passa no coração é a realidade e isso Deus conhece.

- Colocamos nossa fé em pessoas e não em Deus.
Alguns colocam sua fé e confiança em pessoas. Algum líder ou amigo que ele considere um exemplo. Até o dia em que essa pessoa falhar e errar, como qualquer pessoa, então você vai se decepcionar, porque colocou sua fé em uma pessoa, tão falha quanto você e não em quem devia: Deus.
Não se deixe levar pelas palavras humanas. É Cristo que é o cabeça da igreja. São as palavras Dele que você deve seguir. Se você obedece aos homens mas desobedece a Deus, você está fora da lei de Deus.

Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.
Gálatas 1:10

Temos que agradar a Deus. Se você estiver numa situação em que você não sabe que decisão tomar, tome a decisão que agrada a Deus. Você não é o mais importante, seu chefe ou seu líder também não. O principal é Deus.

Tenham cuidado para que ninguém os escravize a filosofias vãs e enganosas, que se fundamentam nas tradições humanas e nos princípios elementares deste mundo, e não em Cristo.
Colossenses 2:8

Muitas pessoas desprezam a leitura da Bíblia e oração como se fossem besteira. Como você vai saber discernir o certo do errado? Como saberá se você está sendo enganado por algum homem ou qual é a vontade de Deus? A Bíblia nos guia e nos ensina a cada dia. Se não lermos a Bíblia e não tivermos um relacionamento com Deus de oração, seremos passados para trás por aquele que tiver a melhor lábia. E nem sempre quem fala com mais convicção é quem está certo.

- Temos feito o que desagrada a Deus.
Existem muitas atitudes que tomamos todos os dias e Deus não se agrada:
Participar de conversas que não levam a nada de bom.

Evite as controvérsias tolas e fúteis, pois você sabe que acabam em brigas.
2 Timóteo 2:23
 Deixar a raiva e a agressividade te dominarem.

Ao servo do Senhor não convém brigar mas, sim, ser amável para com todos, apto para ensinar, paciente.
2 Timóteo 2:24
Maltratar aqueles que te agridem ou que estão contra você. Fazendo isso você está trabalhando contra o propósito de Deus de salvar aquelas pessoas.

Deve corrigir com mansidão os que se lhe opõem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento, levando-os ao conhecimento da verdade, para que assim voltem à sobriedade e escapem da armadilha do diabo, que os aprisionou para fazerem a sua vontade.
2 Timóteo 2:25-26

- As vezes você tem problemas com outras pessoas. Algumas pessoas têm problemas com muitos e não entende o por quê. Aqui vai uma dica: o problema não são todos os outros. O problema é você.

Para os puros, todas as coisas são puras; mas para os impuros e descrentes, nada é puro. De fato, tanto a mente como a consciência deles estão corrompidas.
Tito 1:15

Raça de víboras, como podem vocês, que são maus, dizer coisas boas? Pois a boca fala do que está cheio o coração.
Mateus 12:34

Existem pessoas que só falam besteira. É porque é isso que eles tem em seu coração. Existem aqueles que só agridem.
Você precisa mudar. Muitas pessoas dizem servirem a Deus, orarem, louvarem e tudo mais. Mas as vezes maltrata o próximo e fala mal do irmão. Falam uma coisa e vivem o contrário. É o famoso “faça o que eu digo, não faça o que eu faço”. Deus não gosta disso nem um pouco.

Eles afirmam que conhecem a Deus, mas por seus atos o negam; são detestáveis, desobedientes e desqualificados para qualquer boa obra.
Tito 1:16

O verso diz que aqueles que dizem servir a Deus mas não agem de acordo são detestáveis, desobedientes e desqualificados. Não são cristãos de verdade. São mentirosos e enganadores. Deus não vai te julgar pela sua aparência, mas pela sua essência.

- Ser uma coisa pela frente e outra pelas costas. O famoso “duas caras”.

Sobretudo, meus irmãos, não jurem nem pelo céu, nem pela terra, nem por qualquer outra coisa. Seja o sim de vocês, sim, e o não, não, para que não caiam em condenação.
Tiago 5:12

O que você diz pela frente deve ser o que você diz pelas costas. Deus sabe o que você faz!
Mark Twain, um escritor, diz que quem fala a verdade não precisa ter boa memória. Deus nos diz que sua palavra deve ser direta e santa. Que suas palavras edifiquem e não destruam e que o seu sim seja sim, nem mais ou menos nem uma “mentirinha branca”.
Deus sabe a verdade por trás das suas palavras mas, mesmo assim, Deus quer que suas palavras sejam sempre corretas e verdadeiras, para que ninguém seja enganado e você se mantenha puro.

Sabemos que o conhecemos, se obedecemos aos seus mandamentos.
Aquele que diz: "Eu o conheço", mas não obedece aos seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele.
1 João 2:3-4

Imagine essa situação: um homem que diz que ama a esposa, mas fica sempre a agredindo. Em algum momento, essa mulher vai chegar a seguinte conclusão: ele não me ama! Ele diz uma coisa, mas a realidade é outra! Isso é só uma máscara que ele veste na frente dos outros.

Ser cristão de verdade é agir como cristão. É ter ações de compaixão, amor e carinho pelas pessoas, porque Jesus o fez primeiro por nós quando nenhum de nós merecia. Jesus, santo e imaculado, amou a nós, pecadores e morreu por nós. Quanto mais nós, seres humanos, todos pecadores, temos que amar nossos irmãos, tão pecadores quanto nós?


Se alguém se considera religioso, mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo. Sua religião não tem valor algum!
A religião que Deus, o nosso Pai aceita como pura e imaculada é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades e não se deixar corromper pelo mundo.
Tiago 1:26-27

Aqueles que usam suas palavras e ações para atrapalhar a vida de um irmão, está tentando afastá-lo de Deus e isso é trabalho diabólico.

Mas qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar.
Tiago 2:6
2-PRECISAMOS NOS VOLTAR PARA DEUS

-Nosso trabalho como igreja é ajudar e apoiar uns aos outros.

Apeguemo-nos com firmeza à esperança que professamos, pois aquele que prometeu é fiel.
E consideremo-nos uns aos outros para incentivar-nos ao amor e às boas obras.
Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês veem que se aproxima o Dia.
Hebreus 10:23-25 

Quando alguma pessoa ao seu lado precisar, seja aquele que consola, que encoraja. E sempre ore por aqueles que precisam. Lembre-se: você é tão pecador quanto seu irmão. É só por Jesus que somos perdoados. Você não é melhor que ele e nem ele melhor que você.
O seu irmão é seu parceiro nessa luta contra o diabo e rumo à salvação. Ele não é seu adversário, não é seu concorrente nem desafiante. Ele é seu irmão. Temos que trabalhar juntos. Um deve ajudar o outro!

Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz.
Tiago 5:16

-Tome cuidado com suas palavras
Pare para refletir nas suas ações e palavras ultimamente. Você falou mal de alguém? Você usou suas palavras para alegrar e trazer esperança ou para desanimar e desagregar?
Você tem sido bênção na vida das pessoas ao seu redor ou você os está ajudando a chegar ao fundo do poço? Cuidado com sua boca. Ela pode te levar pro inferno.

Todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, esse é homem perfeito, e capaz de refrear também todo o corpo.
Ora, se pomos freios na boca dos cavalos, para que nos obedeçam, então conseguimos dirigir todo o seu corpo.
Vede também os navios que, embora tão grandes e levados por impetuosos ventos, com um pequenino leme se voltam para onde quer o impulso do timoneiro.
Assim também a língua é um pequeno membro, e se gaba de grandes coisas. Vede quão grande bosque um tão pequeno fogo incendeia.
A língua também é um fogo; sim, a língua, qual mundo de iniquidade, colocada entre os nossos membros, contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, sendo por sua vez inflamada pelo inferno.
Tiago 3:2-6


 - Pare de se meter na vida dos outros pra falar mal e atrapalhar. Foque em Cristo.

Ele é a cabeça do corpo, que é a igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a supremacia.
Colossenses 1:18

Tudo deve ser focado em Cristo, pois o mundo foi criado por Ele e para Ele. Tudo que fazemos, deve sempre ter o propósito final de louvar e glorificar o nosso Senhor. Essa é nossa função como cristãos. Se tento viver em paz com meu irmão, não é só porque ele é lindinho e limpinho. É porque faz parte do plano de Deus para nós. Tudo é para a glória de Deus.
Faça um teste com você mesmo: toda vez que você falar alguma coisa ruim de alguém, não importa se é verdade ou não (essa é a desculpa favorita de todo fofoqueiro), você vai mexer em alguma coisa. Girar a pulseira do relógio, a aliança, o celular, algo do tipo. Assim você vai perceber o quanto você faz isso no seu dia a dia.

- Aprenda a perdoar. Só assim você será perdoado por Deus e poderá seguir em frente com sua vida em paz.

O cristão deve sempre perdoar. Por quê? Porque primeiro ele foi perdoado!

Nós amamos porque ele nos amou primeiro. Se alguém afirmar: "Eu amo a Deus", mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.
1 João 4:19-20

Se não fosse o perdão de Jesus, todos nós estaríamos separados de Deus. Quem sou eu pra achar que não posso perdoar o irmão? Tem pessoas que “seguram o perdão” como se fosse resgate ou chantagem. Eu não vou perdoar enquanto ele não me fizer isso! Deus não se agrada disso. Se você não perdoa, você não é perdoado por Deus. Simples assim.

Porque o juízo será sem misericórdia para aquele que não usou de misericórdia; a misericórdia triunfa sobre o juízo.
Tiago 2:13

Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas.
Mateus 6:15

Gordon Macdonald (pastor e escritor) disse: “O mundo pode fazer quase tudo tão bem ou melhor que a igreja. Não é preciso ser cristão para construir casas, alimentar o faminto ou curar os enfermos. Há apenas uma coisa que o mundo não pode fazer. Ele não pode oferecer graça.”

"Não procurem vingança, nem guardem rancor contra alguém do seu povo, mas ame cada um o seu próximo como a si mesmo. Eu sou o Senhor.
Levítico 19.18

Nós podemos perdoar porque fomos perdoados primeiro. É nosso trabalho amar o próximo e perdoar. Deus espera muitas coisas de você. E Ele vai te ajudar a dar o seu melhor para que a cada dia a igreja de Cristo cresça nesse mundo e mais vidas sejam alcançadas em amor, misericórdia e graça. Faça a sua parte. Ajude o corpo de Cristo a crescer. Não use sua boca para atrapalhar, mas para consolar e ajudar.
Seja uma bênção e não um peso. Ajude seu irmão a vencer e não o atrapalhe. Seja um cristão, não só de palavra, mas de vida, de atitude, de mente e de ação.